– Oitava Série. CMAQ

"A poesia é a mínima distância entre o sentimento e o papel" – Levi Trevisan

O Clube dos Anjos – Luis Fernando Verissimo

with one comment

• Havia um homem chamado Daniel. Ele participava de um grupo de amigos chamado “Clube do Picadinho”, grupo que se reunia uma vez por mês na casa de um dos participantes para fazer um jantar.
• Um dia Daniel conheceu um cara que cozinhava muito bem, seu nome era Lucídio, este se ofereceu para cozinha para o grupo.
• Um tempo depois, Lucídio começou a cozinhar para o grupo, um dos integrantes, André, morreu de ataque cardíaco ao voltar para casa. Isso aconteceu mais quatro vezes com outros integrantes antes que o grupo de amigos desconfiasse de alguma coisa. Daniel desconfiou de que Lucídio estava matando os integrantes com seus pratos favoritos, já que cada um que morreu estava degustando sua comida favorita.
• Lucídio ,um dia, contou uma história que participava de uma organização secreta japonesa, em que pessoas eram treinadas para preparar um peixe chamado Fugu, e se não preparado profissionalmente ele era mortal. Nessa organização havia sempre 10 preparadores em teste de aprovação, se o seu Fugu matasse o provador ele seria simplesmente reprovado e precisaria refazer o teste no próximo ano, e 10 provadores de Fugu, que podiam ser substituídos caso morressem. Ele disse também que não existia nada mais excitante e mais apetitoso do que degustar um Fugu, uma dos comidas mais luxuosas, e saber que você pode morrer em alguns minutos caso ele não esteja bem preparado, e era isso o que mantinha o “Clube do Picadinho” comparecendo aos jantares.
• Quando restavam apenas 3 participantes do grupo, Samuel, Tiago e Daniel, foi decidido que não seria justo com os mortos pararem com os encontros mortais e resolveram continuar esse “ritual”. O próximo jantar teria o prato favorito de Tiago, e o seguinte o de Samuel.
• No enterro de um dos integrantes do grupo, Daniel conhece Spector. Esse tal Spector foi conversar com Daniel e disse que ele tinha gostado da ideia de ter uma morte predeterminada e tinha amigos que gostariam de participar disso. Daniel foi falar com Lucídio e eles concordaram em trabalhar para os interessados predeterminando suas mortes e fazendo delas o momento mais feliz de suas vidas.

– Vítor

Written by oitavacmaq

Agosto 26, 2009 às 9:21 AM

Publicado em Uncategorized

Tagged with , ,

Uma resposta

Subscribe to comments with RSS.

  1. Muito bom. Gostei da história, mistura um pouco de mistério no ritual e suspense. Parabéns.

    – Nanda

    oitavacmaq

    Agosto 31, 2009 at 7:52 PM


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: