- Oitava Série. CMAQ

"A poesia é a mínima distância entre o sentimento e o papel" – Levi Trevisan

O Tempo e o Vento (Ana Terra) – Érico Verissimo

with one comment

A obra Ana Terra faz parte da trilogia o Tempo e o Vento, escrita por Érico Veríssimo, em que ele faz um retrato da história do Rio Grande do Sul abrangendo 200 anos.
A história de Ana Terra acontece no interior gaúcho numa estância próxima a Rio Pardo, em 1777. A personagem Ana tinha 25 anos, cabelos e olhos pretos e rosto muito claro. Ela vivia no local com a família , D.Henriqueta e Maneco Terra, seus pais, e com seus irmãos, Horacio e Antonio. Estava sempre na sanga lavando as roupas da família e pensando na sua vida solitária que levava na estância. Seu pai, Maneco, era muito rígido e a família pouco conversava.
Certa vez, na beira da sanga, onde foi lavar roupas, Ana vê um homem aparentemente muito ferido, então, chama seus irmãos para socorrerem. Era um índio chamado Pedro Missioneiro. Ele se recupera e passa a trabalhar na estância, ajudando Antonio e Horácio nas ligas do campo. Com o passar do tempo, Ana Terra descobre que sente desejo, amor pelo índio, encontram-se secretamente na sanga. Ana fica grávida e quando seus pais descobrem, ordena os irmãos de Ana que matem Pedro.
Nasce então, Pedro Terra. Passam-se 2 anos e seu irmão Horpacio casa-se e muda-se para Rio Pardo, onde abre um armazém. Seu outro irmão Antonio também se casa com Eulália Moura e tem sua primeira filha chamada rosa. Neste período, dona Henriqueta adoece e morre.
A estância é atacada, matam seus pais e seu irmão Antonio. Ela é violentada e com isso decide deixar a estância junto com seu filho Pedro, sua cunhada Eulália e a sobrinha Rosa. Acompanhada de algumas famílias , Ana Terra sobe a serra em direção as zonas onde um estancieiro muito rico chamado Cel. Ricardo Amaral pretendia fundar um povoado. Depois de uma longa viagem, chegam a Santa Fé onde se instalam num pequeno rancho.
Novamente os gaúchos enfrentam ,por questão de terras,uma batalha. Nesta batalha, participou Pedro Terra, Ricardo Amaral e seu filho Chico Amaral. Depois da guerra, Pedro Terra casa-se com Arminda Melo e tem um filho chamado Juvenal e uma filha chamada Bibiana. Pedro consegue um pedaço de chão e planta trigo, uma nova batalha acontece e Pedro parte para a luta. Ana Espera pelo filho e como o livro diz, escuta o vento desde os tempos da estância de seus pais, dizia-se que quando algo importante estava para acontecer.

- Felipe

About these ads

Written by oitavacmaq

Agosto 26, 2009 at 9:08 AM

Na categoria Uncategorized

Tagged with , ,

Uma resposta

Subscribe to comments with RSS.

  1. Felipe, você definiu muito bem a primeira parte da trilogia e acho que tu te referes ao livro “O Continente”. Se estou enganada, desculpe. Parabéns.

    – Nanda

    oitavacmaq

    Agosto 31, 2009 at 8:26 PM


Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

%d bloggers like this: